Associação Desportiva de Vagos : site oficial do clube de basquete de VAGOS - clubeo

GERIR UM CLUBE É GERIR PESSOAS

3 de março de 2015 - 10:45

 

Gerir um clube é gerir pessoas

Clubes que pensam que a sua mais-valia está nos resultados que alcançam e não na qualidade do serviço que prestam à comunidade - têm os dias contados.
São os atletas e não os resultados que mantêm os clubes de pé.Eles representam valor; pelo que são, para o clube, um benefício e nunca um custo.
Eles transmitem o DNA dum clube.Se uma imagem vale por mil palavras, certamente que a um atleta corresponderá um milhão delas - cada vez que defende as cores do seu clube.
Sempre que surge uma crise, assistimos a um enorme desinvestimento na cultura, no desporto e na educação, por parte dos nossos governantes. Os custos são elevados. Com isto, perdemos a ilusão e a criatividade, indispensáveis para se poder prosseguir, continuar em frente.
Finalmente, quando se tenta a recuperação, é através dos pilares descritos que muitos países a encetam e se projectam além-fronteiras. Numerosos são os exemplos de cidades ou mais vastos territórios recuperados da crise - com actividades culturais ou desportivas.
Os atletas são parte integrante de um clube, integram um grupo de pessoas unidas, em sincronia por algo maior do que elas.
Assim, é importante individualizar, personalizar, a intervenção junto dos nossos atletas. Entender e coordenar a complexidade e eficácia do ensino, junto dos nossos atletas, só está ao alcance daqueles que se não cansam de aprender. Daqueles que, diariamente, melhoram o seu conhecimento em todas as áreas.
O papel dum líder é de relacionamento, não de controlo; de liderança, não de chefia. Líderes que não sabem conversar não geram credibilidade.''Construir'' um jogador significa edificar um relacionamento, com bases sólidas, assentes na comunicação, na informação, no entretenimento e interactividade.

Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e eu lembrar-me-ei. Envolva-me e eu perceberei.

RD

Comentários