Associação Desportiva de Vagos : site oficial do clube de basquete de VAGOS - clubeo

VAGOS ESTÁ NA FINAL FOUR DA LIGA FEMININA

13 de abril de 2015 - 15:45

VAGOS GANHA NEGRA Está na final four da Liga Feminina  

No jogo de tira-teimas entre GDESSA e AD Vagos para decidir qual dos dois ocuparia a última vaga na Final Four, onde será apurado o campeão nacional, levou a melhor a formação vaguense. Depois da derrota no 2º jogo, as comandadas de João Janeiro foram mais fortes na negra (72-67), num encontro muito equilibrado, com muito público a assistir, marcado por várias alternâncias no marcador e em que a vantagem máxima de qualquer um dos conjuntos nunca foi superior a seis pontos.

 

 

Começou melhor a equipa da casa (6-0), mas rapidamente as forasteiras se libertaram dentro do campo, respondendo com um parcial de 9-0. Desde então o equilíbrio foi a nota dominante, sem que nenhuma das equipas tivesse sido capaz de se destacar no marcador até ao intervalo. Ainda assim, seria o GDESSA a terminar melhor o 1º tempo, tendo recolhido para o descanso na frente do marcador por quatro pontos de diferença (39-35).

 

No inicio do segundo tempo a vantagem subiu para seis (41-35), mas bastaram 3 minutos para que o Vagos anulasse a desvantagem pontual (41-41). O jogo mantinha-se fechado, as duas equipas alternavam no comando do marcador, mas acabaria por ser a formação da margem sul a entrar a vencer no derradeiro quarto (54-51).

 

Mas as comandadas de Nuno Manaia entraram mal no 4º período, dois minutos sem conseguir pontos, situação muito bem aproveitada pelas visitantes para dar a volta ao marcador (55-54). O jogo estava emotivo, muita incerteza quanto ao vencedor, e a meio do último período as duas equipas estavam novamente empatadas, desta vez a 61 pontos.

 

Percebia-se que o jogo poderia cair para qualquer um dos lados, e um triplo de Inês Pinto deu o mote para um parcial de 5-0, favorável às vaguenses, que a pouco mais de dois minutos do final dispunha de uma curta mas importante vantagem para gerir até final. As escolares recusavam-se a desistir, bastou um minuto para reduzirem a desvantagem para a diferença mínima (65-66), mas quatro pontos sem resposta do Vagos (70-65), os últimos dois somados a 13 segundos do final do jogo, colocavam o Vagos na decisão do titulo nacional.

 

A formação de Vagos venceu a luta dos ressaltos (35-28), 14 dos quais conquistados na tabela ofensiva, ajudaram a compensar o desperdício da linha de lance livre (9/16 – 56.3%), bem como uma percentagem nada famosa da linha de três pontos (5/17 – 29.4%). A maior eficácia nos tiros de 2 pontos (24/42 – 57.1%) foi decisiva para o sucesso do Vagos, área do jogo onde Brandie Hoskins (23 pontos, 4 assistências e 4 ressaltos), e principalmente Jessica Lawson (21 pontos e 16 ressaltos) tiveram papel fundamental. Daniela Domingues (15 pontos, 3 ressaltos e 2 assistências) acabou por ser um bom complemento às exibições das duas estrangeiras da equipa.

 

 

Comentários